Quarta-feira, 5 de Abril de 2006

A ESTÓRIA DA FORMIGUINHA DISTRAÍDA

Era uma vez uma formiguinha que, quando andava em busca de comida, se esqueceu que a noite é traiçoeira e, cansada, começou a andar cada vez mais devagar. A dada altura adormeceu. Algumas horas depois acordou a tiritar de frio e, quando quis começar a andar, verificou que tinha uma patita presa! Puxou, puxou, mas a patita continuou presa. Tinha-se formado geada durante a noite, tinha-se formado geada, e como carreiro tinha muita humidade, acabou por se formar gelo. Este era a causa daquela prisão! Desanimou e, desanimada, desistiu de puxar pela patita.

Ali ficou até que o sol nasceu, o ar começou a aquecer e, para grande admiração da formiga, a perna tinha-se soltado!

Então a formiga disse: oh sol, tu és tão forte que derreteste o gelo que prendia a minha patita.

O sol disse: mais forte é a nuvem que tapa.

Então a formiga disse: oh nuvem tu és tão forte que tapas o sol que derreteu o gelo que prendia a minha patita.

A nuvem disse: mais forte é o vento que me faz andar.

Então a formiga disse: oh vento tu és tão forte que fazes andar a nuvem que tapa o sol que derreteu o gelo que prendia a minha patita.

O vento disse: mais forte é a parede que não me deixa passar.

Então a formiga disse: oh parede tu és tão forte que paras o vento que faz andar a nuvem que tapa o sol que derreteu o gelo que prendia a minha patita

A parede disse: mais forte é o rato que me fura.

Então a formiga disse: oh rato tu és tão forte que furas a parede que para o vento que faz andar a nuvem que tapa o sol que derreteu o gelo que prendia a minha patita.

O rato disse: mais forte é o gato que me come.

Então a formiga disse: oh gato tu és tão forte que comes o rato que fura a parede que para o vento que faz andar a nuvem que tapa o sol que derreteu o gelo que prendia a minha patita.

O gato disse: mais forte é o cão que me morde.

Então a formiga disse: oh cão tu és tão forte que mordes no gato que come o rato que fura a parede que para o vento que faz andar a nuvem que tapa o sol que derreteu o gelo que prendia a minha patita.

O cão disse: mais forte é o pau que me bate.

Então a formiga disse: oh pau tu és tão forte que bates no cão que morde no gato que come o rato que fura a parede que para o vento que faz andar a nuvem que tapa o sol que derreteu o gelo que prendia a minha patita.

O pau disse: mais forte é o lume que me queima.

Então a formiga disse: oh lume tu és tão forte que queimas o pau que bate no cão que morde no gato que come o rato que fura a parede que para o vento que faz andar a nuvem que tapa o sol que derreteu o gelo que prendia a minha patita.

O lume disse: mais forte é a água que me apaga.

Então a formiga disse: oh água tu és tão forte que apagas o lume que queima o pau que bate no cão que morde no gato que come o rato que fura a parede que para o vento que faz andar a nuvem que tapa o sol que derreteu o gelo que prendia a minha patita.

A água disse: mais forte é o boi que me bebe.

Então a formiga disse: oh boi tu és tão forte que bebes a água que apaga o lume que queima o pau que bate no cão que morde no gato que come o rato que fura a parede que para o vento que faz andar a nuvem que tapa o sol que derreteu o gelo que prendia a minha patita.

O boi disse: mais forte é o homem que me come!

Então a formiga disse: oh homem tu és tão forte que comes o boi que bebe a água que apaga o lume que queima o pau que bate no cão que morde no gato que come o rato que fura a parede que para o vento que faz andar a nuvem que tapa o sol que derreteu o gelo que prendia a minha patita.

O homem encolheu os ombros e, naturalmente, admitiu que não valia a pena responder a formigas!

 

 

Esta lenga-lenga contavam-na as avós, aos netos no tempo em que as paredes admitiam que os ratos as conseguiam furar. Quando os ratos deixaram de conseguir furar paredes… os netos deixaram de ouvir as lenga-lengas dos avós.

 

António Saiote

publicado por blogue-da-usal às 10:49
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
27
28


.posts recentes

. A Primavera

. Falar de Carnaval

. Ecos da Folia

. O Meu Carnaval

. Infortúnio

. Ser Positivo

. O Carnaval

. Natal

. Um Outro Natal

. Ano Novo

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds